Como vender uma garrafa de água por US$ 100

Para começar, basta extrair o líquido de icebergs do Oceano Ártico, em uma região remota da Noruega

Svalbarði Polar Iceberg Water  (Foto: Divulgação)
(FOTO: DIVULGAÇÃO)

O que levaria um consumidor a pagar US$ 100 por uma garrafa de água? Muito simples: bastaria que o líquido – nesse caso, luxuoso – fosse extraído de icebergs do Oceano Ártico, em uma região remota da Noruega. Pois foi justamente esse o preço cobrado pela Harrods, a famosa loja de departamentos de Londres, por 750 ml da Svalbarði Polar Iceberg Water (essa letra esquisita do nome é o “edh”, usado em dialetos noruegueses). Note-se que o produto, ainda por cima, vem “engarrafado” em uma história de amor.

O empresário Jamal Qureshi afirma que iniciou a produção após coletar um pouco do “néctar” no território de Svalbard, em 2013, como um presente para a esposa. Emoções à parte, Qureshi hoje retira lotes de 15 toneladas de gelo em viagens a icebergs em Kongsfjorden, a mil quilômetros do Polo Norte. Faz tudo com permissão do governo de Svalbard. Cada viagem resulta na produção de 13 mil garrafas.

A companhia garante que o processo é sustentável. Alega que, se não retirasse o líquido, ele teria como destino o mar e não as refinadas mesas mundo afora. Eis aí uma boa história, em uma bela garrafa, para se vender.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s