Os Djs Mais caros do Mundo

É evidente que a fiação moderna equivale a cunhar toneladas de dinheiro para os DJs mais bem pagos do planeta. Na lista mais recente lançada em agosto de 2014 pela revista Forbes, os 10 melhores DJs pagos arrecadaram ganhos combinados de mais de US $ 268 milhões em 2014, ante US $ 241 milhões no ano anterior. Impressionante é o fato de que os 10 melhores DJs saco tais enormes lances, principalmente por tocar música de outras pessoas. A maioria de seus ganhos vem de shows ao vivo, endossos, outros empreendimentos não-musicais, vendas de música gravada e vendas de mercadorias. Leia mais para descobrir quais DJs estão atualmente reinando na lista de 10 melhores ganhadores, e quanto fizeram no período de 12 meses de pontuação da Forbes (1 de junho de 2013 a 1 de junho de 2014)

10.Deadmau5 (US $ 16 milhões)

Premarin genérico

Ele executa com um traje de cabeça de rato, mas seus quadrinhos não vêm no caminho de seu desempenho excepcional. Ele nem sequer jogou um décimo da quantidade de shows feitos por outros DJs de alto escalão na lista, mas ainda fez um colossal US $ 16 milhões no período de pontuação de 12 meses. A maioria de seus ganhos vieram de executar em gigs lucrativos que o pagaram até $ 500.000 por a noite. Ele também tem um negócio bem sucedido mercadoria que contribui generosamente para o seu salário global.

Skrillex (US $ 16,5 milhões)

Skrillex foi out-ganhou por seu protégé, Zedd (7o na lista), mas ganhou uma figura decent de $ 16.5 milhões em 2014. Março 2014 viu o six-time Grammy vencedor liberar seu mais recente álbum, Recess. Na primeira semana após o lançamento do álbum, ele vendeu 48 mil cópias. O álbum não teve um desempenho tão bom quanto seu sucesso de 2010, Scary Monsters e Nice Sprites, mas seus shows eletrizantes fizeram bem em compensar em 2014. Ele também ganhou grandes filmes de desembarque como Wreck-It Ralph e tem seu próprio selo, OWSLA.

8.Kaskade (US $ 17 milhões)Sep 5, 2012 – prozac custo por pílula. Barato prozac sem receita médica. Encomendar prozac canada. Comprar fluoxetine. Ordem prozac online uk. Comprar prozac online sem encomenda Topamax on line

Ganhando US $ 17 milhões no ano passado, Ryan Raddon, popularmente conhecido como Kaskade, lançou seu décimo álbum chamado Atmosphere em 2013. Ele também lhe valeu uma indicação nos Grammy Awards para Melhor Álbum Dance / Electronica. Ele também é um pai orgulhoso de três que, além de cumprir seus papéis parentais, tocou mais de 120 shows no período de 12 meses, que incluiu 30 shows em Las Vegas. Ele é bastante visível no twitter e, ocasionalmente, ataca o seu antigo gravador e a cultura EDM.

7.Zedd (US $ 21 milhões)

A ironia desse ponto é que ele foi ganhado por Zedd, de 24 anos, que ganhou seu mentor, Skrillex (9º na lista) no período de pontuação de 12 meses. Um grande pedaço de US $ 17 milhões em ganhos veio de um salto gigantesco em sua taxa de DJ noturno, que subiu de US $ 20.000 para uma soma de seis dígitos, em 2014. Seu papel instrumental na produção de estrelas pop como Lady Gaga e Justin Bieber também contribuiu Para seus imensos ganhos. Ele também lançou seu álbum, Clarity¸ cujo singe (do mesmo nome) subiu para Platinum.

Afrojack (US $ 22 milhões)

Também conhecido como Afrojack, Nick van de Wall fez US $ 22 milhões no ano passado e também lançou seu esperado álbum de estreia, Forget The World, em maio de 2014. Afrojack, apesar de dizer a Forbes que ele havia recusado ofertas lucrativas de Las Vegas e decidiu Stick em Wynn, mais tarde saltou para uma residência oferecendo em Hakkasan. Afrojack jogou mais de 150 shows dentro do período de pontuação. Ele também colheu cheques de pagamento maciços dos endossos Nike e G-Star Raw, onde ele possui uma coleção de roupas.

Steve Aoki (23 milhões de dólares)

Se há um DJ que tem legitimamente ganhou seu lugar na lista, é Steve Aoki. No período de pontuação de 12 meses, Steve tocou mais de 277 shows. Esse é o dobro de shows que Calvin Harris tocou. Steve às vezes tocava três shows em um dia. Aoki afirma ter dominado a arte do poder napping e ele só tem que dormir por 2-3 horas entre shows. Seus endossos com Bud Light, Guitar Center e Scion, também impulsionaram seus ganhos globais. Ele também ganhou dinheiro com sua participação minoritária na Sol Republic, uma empresa líder em fones de ouvido.

4.Tiësto (US $ 28 milhões)

O veterano holandês de 46 anos perdeu seu lugar número dois para Guetta, mas ainda fez uma figura decente em 2014 por ensacar US $ 28 milhões. Seu sucesso no período de 12 meses pode ser atribuído a esse fato que ele mudou de acampamento de Ibiza para Las Vegas, onde ele está desfrutando atuando no mega-club Hakkasan para sua residência. No mesmo período, ele tocou mais de 100 shows. Este ano poderia ascender a muito mais se ele continuar a brilhar em Las Vegas.

3.Avicii (US $ 28 milhões)

Ele empatou na posição três com Tiësto, ambos ganhando um decente US $ 28 milhões. Não seja rápido para demitir Avicii porque ele não ganhou metade tanto quanto o líder da matilha, Harris. Avicii está fazendo seus milhões com apenas 24 anos de idade. Isso é quase a metade tão jovem como Tiësto, que é 46. A carreira de DJ sueco tem sido em um aumento constante e 2014 foi o seu melhor ano depois de seu álbum, True, tornou-se um enorme sucesso. “Wake Me Up” foi uma das músicas que impulsionou Avicii a grandeza, em última análise, ganhando-lhe o terceiro lugar na lista de ganhadores de topo. A canção moveu um escalonamento de 4 milhões de unidades nos Estados Unidos.

2.David Guetta (US $ 30 milhões)“Comprar fluoxetine barato online sem receita médica” no entanto eu tive dois até agora, mas quero parar. Eu sei que você tem, fluoxetina hcl vs fluoxetina.

Cipro hc cupão pedido cipro

Mesmo que o outro europeu na lista, David Guetta, saltou sobre Tiësto para reivindicar o segundo lugar, ganhando $ 30 milhões, ele (David) ainda fez um pouco abaixo da metade do que Harris ganhou dentro do mesmo período de 12 meses. O ex-gerente do clube de Paris ganhou muito de seus US $ 30 milhões em turnê com Rihanna e apresentando em algumas das faixas de Lady Gaga, e Britney Spears, de seus últimos álbuns. Ele ainda é leal às suas raízes européias, mantendo sua residência em Ibiza, apesar de ter realizado a maioria de seus shows em Las Vegas. Em março de 2015, Guetta se divorciou de sua esposa de 22 anos, mas seu registro de realização não sofreu um único golpe.

1.Calvin Harris (US $ 66 milhões)

Ele foi o topo da lista em 2013 e ficou lá em 2014. Calvin Harris jogou em mais de 125 shows para ganhar-se $ 66 milhões ea primeira posição na lista Forbes de 10 DJs mais bem pagos. Quem teria pensado que o antigo supermercado seria o DJ mais bem pago do mundo? Sua renda realmente aumentou em mais de US $ 20 milhões dentro de 12 meses. Um monte de seu sucesso vem de suas raízes profundas na cultura pop, eo fato de que ele trabalha com estrelas pop mundialmente famosos como Rihanna e Kesha. Os artistas ajudaram a terra de Calving alguns shows de música de dança eletrônica de alto nível (EDM), e outros não-EDM como Coachella. Atualmente, Harris trabalha e executa na discoteca Hakkasan em Las Vegas, Nevada, como parte de um acordo de residência de longa duração.
.

Ed Motta critica tributo a Tim Maia com Ivete Sangalo e Criolo


O cantor Ed Motta, sobrinho de Tim Maia, não viu com bons olhos com o projeto Nivea Viva, que celebrará a obra de seu tio com shows gratuitos. Para homenagear Tim, a marca escalou a cantora Ivete Sangalo e o rapperCriolo para interpretar a obra do rei do soul brasileiro.

Pelo Facebook, Motta criticou o convite feito pela organização dos shows e chamou a iniciativa de “coisa podre”. “Uma empresa de creme me procurou para fazer o ‘projeto’ Tim Maia, a grana não era compatível com meu desprazer em fazer isso… pra mim a música do Tim Maia é intocável, fica bom mesmo é com ele, é preciso honestidade e vergonha na cara para admitir isso”, disparou.

Ed também mostrou não estar nada satisfeito com os artistas escalados para homenagear seu tio. “O cara que teria REALMENTE cabedal para um tributo ao Tim Maia seria o Claudio Zoli, por conta do timbre de voz, e também a história e envolvimento de carreira. O compromisso com o soul/funk carioca”, acredita. “Mais do que sacanagem, é um desrespeito por gente que dedicou a vida inteira a isso. Vontade de vomitar, que coisa PODRE”, finalizou.

O projeto Nivea Viva já homenageou antes outros grandes nomes da música brasileira, comoTom Jobim e Elis Regina. A excursão em homenagem a Tim maia passará por sete cidades brasileiras, entre os meses de abril e junho.

CARTA À MINHA FILHA: NÃO DEIXE QUE A ESCOLA TE ENSINE

Raphaella  querida,

Omundo está mudando rápido. Bem mais rápido que as nossas escolas. Há tantas delas que ainda não perceberam que este mundo internético em que hoje vivemos é radicalmente diferente do mundo desconectado de algumas poucas décadas atrás e que nossa Educação agora pode e precisa ser muito melhor.

Grandes ideias não faltam: escolas na nuvem na Índia, aulas sem turmas nem professores em Portugal, salas-de-aula invertidas nos Estados Unidos, brinquedos que ensinam crianças a programar computadores na Inglaterra, milhares de pessoas do mundo todo fazendo juntas cursos de nível superior!

Mas é preciso querer ver a necessidade de mudar, e isso demora. Por mais que eu esteja otimista, não acho que os anos que te restam na escola sejam tempo suficiente para essa onda de renovação se espalhar pelo Brasil e chegar à tua sala-de-aula.

Vai ser por pouco… Você é parte da última geração de alunos da escola do passado. Ou seja, alunos de um modelo de educação igualzinho ao que eu tive, e que também foi o mesmo dos teus avós, teus bisavós, teus trisavós…

Mas se não dá para evitar que as manhãs da tua infância sejam gastas em aulas chatas e desestimulantes, você pode pelo menos ficar alerta aos defeitos desse modelo. Assim, enquanto você aproveita o que a escola pode te oferecer de bom, vai conseguir impedir que ela te ensine algumas coisas que a mim custaram muitos anos para desaprender.

Não deixe que a escola te ensine que conhecimentos podem ser compartimentados, separados em caixinhas, isolados uns dos outros.

Na escola do passado, a matemática acaba quando começa a física e a geografia acaba quando começa a história. No mundo, há biologia no esporte, matemática na música, história na literatura, gramática na programação de computadores… Por isso, depois de ver algo de perto, dê sempre um passo para trás, perceba as relações, enxergue o todo.

Não deixe que a escola te ensine que alguns conhecimentos são mais importantes que outros.

Na escola do passado, para cada aula de artes há duas de geografia e para cada uma de geografia há duas de matemática. Música, artes plásticas, esportes, religião, filosofia são tratados como matérias de “segundo time”. Quantos grandes artistas e esportistas foram vistos como maus alunos e forçados a abandonar seus talentos porque o conhecimento que lhes interessava não era o mesmo que interessava à escola! Persiga teus interesses mesmo que eles não interessem a mais ninguém.

Não deixe que a escola te ensine que há um momento específico para aprender cada coisa.

Na escola do passado, quem não consegue acompanhar a turma é tido como um fracassado e quem quer avançar mais rápido é freado, impedido. Ela exige que todos aprendam o mesmo ao mesmo tempo. Mas as pessoas não são todas iguais. Você pode ter mais facilidade que os colegas em um determinado assunto e menos em outro. Não deixe que te empurrem nem que te segurem. Respeite teu próprio ritmo de aprendizado.

Não deixe que a escola te ensine a decorar.

Informação x ConhecimentoAo contrário, esqueça tudo que puder. O homem dominou o planeta porque foi capaz de fabricar ferramentas que estenderam os limites das nossas mãos e pés. Agora, fomos ainda mais além e fabricamos ferramentas que estendem os limites do nosso cérebro. Não precisamos mais desperdiça-lo usando-o como um depósito de nomes, datas e fórmulas; hoje podemos aproveitar todo o potencial dele para analisar, criticar e refletir o mundo de informações que podemos acessar com um clique. A Internet é o teu HD, o cérebro é o teu processador.

Não deixe que a escola te ensine a te contentar com pouco.

Na escola do passado, as consequências de tirar nota 10 ou nota 7 são as mesmas. O aluno excelente passa de ano da mesma forma que o mediano, com, no máximo, um elogio da professora. Assim, aos poucos os alunos vão ficando satisfeitos em “passar por média”. Nunca fique contente com a média. Dê teu melhor sempre, em tudo o que fizer (inclusive nesses poucos anos que ainda te restam na escola do passado). No mundo, ao contrário da escola, a excelência faz muita diferença.

Não deixe que a escola te ensine a acreditar que ela é suficiente.

A escola do passado lamentavelmente abdicou da missão de preparar os alunos para o futuro e se limita a tentar prepará-los para o vestibular ou o ENEM. Mas a tua vida produtiva começa exatamente depois desse ponto e para ser bem sucedida nela você precisará de muito mais do que ciências, matemática, português, história e geografia. O futuro vai exigir que você tenha uma boa noção dos teus direitos e deveres para cumprir teu papel de cidadã, conheça um pouco de economia para saber gerenciar teu dinheiro, aprenda sobre empreendedorismo para fazer tuas ideias virarem realidade, tenha consciência global para compreender teu lugar no mundo, domine a Internet enquanto ferramenta de comunicação e muito mais. Há muitos conhecimentos que não estão na escola. Procure-os onde estiverem.

John LennonNão deixe que a escola te ensine que provas são capazes de medir a tua capacidade e inteligência.

A história está repleta de gênios que foram tidos como maus alunos. Eles eram considerados incapazes nas suas escolas porque estavam à frente delas e, portanto, não podiam ser medidos pelos seus testes. As provas da escola do passado servem para provar quem está mais adequado ao mundo do passado.

Não deixe que a escola te ensine que você não tem nada a ensinar.

Na escola do passado os alunos são separados em séries de acordo com suas faixas etárias e isso praticamente impede a interação entre idades diferentes. Colegas um pouco mais velhos têm muito a te ensinar e, o que é ainda mais importante, os mais novos têm muito a aprender contigo. E ensinar é a forma mais eficiente de aprender. Quando um professor detém o monopólio do ensino, ele te rouba inúmeras oportunidades de aprender ensinando e ensinar aprendendo.

Caminho do sucessoNão deixe que a escola te ensine que errar é ruim.

Provas fazem isso o tempo todo, sem que os alunos percebam. Do jeito que são feitas, elas servem apenas para apontar e punir nossos erros e desperdiçam a oportunidade de nos ajudar a aprender com eles. O resultado é que aos poucos vamos nos acostumando a não arriscar e a evitar erros a todo custo. Não há nada pior para o aprendizado do que o medo de errar. Erre! Erre de novo! Erre à vontade. Erre quantas vezes forem necessárias até acertar.

Não deixe que a escola te ensine a ser apenas consumidora de ideias.

A escola do passado se limita a ruminar as ideias dos outros. Diariamente, aula após aula, os alunos mastigam, engolem e digerem um enorme cardápio de informações. Não há nenhum espaço para que eles gerem conhecimento, produzam pensamentos, criem ideias, somem. Os alunos são tratados como se fossem incapazes disso e logo se convencem dessa incapacidade. O mundo do futuro é o mundo da troca. Nele, os bem sucedidos não serão os que forem capazes de acumular mais ideias, mas os que forem capazes de distribuir mais. Escreva, desenhe, cante, dance, filme, blogue, fotografe, pinte e borde. Crie, produza, pense, gere, compartilhe.

E o mais importante de tudo, minha filha: não deixe que a escola te ensine que aprender é a mesma coisa que ser ensinado.

Toda criança nasce uma esponjinha de conhecimento ávida para absorver os comos e os porquês de tudo que vê. Essa curiosidade sem fim, essa fome de aprender costuma durar até o exato momento em que ela passa pela porta da sala de aula da primeira série da escola do passado. É nesse momento que as crianças são convencidas que aprender não é experimentar, sentir e sujar as mãos de terra ou tinta, como faziam até agora, mas sim sentar silenciosamente em cadeiras alinhadas e ser ensinado por um professor que é o dono de todo o saber e que decide sozinho a hora de começar e de parar de estudar cada assunto. O aprendizado não vem mais da interação da própria criança com o objeto que ela está conhecendo. Agora, ele é “transferido”. A criança não faz mais perguntas, ouve respostas. A busca do conhecimento não começa mais nas interrogações dos alunos, mas nas afirmações do professor; o estudo não mais se inicia na curiosidade, mas na autoridade. A criança não está mais no comando do seu aprendizado, ela não é mais um sujeito ativo no ato de aprender, é um sujeito passivo do ato de ensinar do professor. Em resumo, a criança não mais aprende, é ensinada. Não abra mão da direção da tua vida. Viver é aprender e você tem autonomia (ou seja, a liberdade e a responsabilidade) para decidir o que aprender e, portanto, como viver. Não a ceda a ninguém.

Se você conseguir impedir a escola de te ensinar essas coisas, vai acabar descobrindo que vida escolar é diferente de vida de aprendizado. E então, terá a vida inteira para desfrutar dessa incrível Era do Conhecimento que está apenas começando.

Te amo.

Teu pai